Os competidores brasileiros no Bocuse D'Or

30/09/2016 | Fonte: Boca No Mundo /Online

Clique aqui para ler a matéria direto da fonte.

Sirha 2016 apresenta novidades e abre inscrições aos profissionais da área

A etapa brasileira do campeonato mundial de sabores ocorrerá no dia 5 de outubro, entre as inúmeras atraçães da Sirha, a feira gigante dos setores gastronômico e de hotelaria -, e os oito concorrentes foram anunciados nesta sexta-feira (30/09).

Eles foram escolhidos através de análise da receita, sem que estivessem identificados, e terão 2h30min para cozinhar e apresentar o prato à frente do público e de um juri de primeira linha. Entre os jurados, a novidade é a participação da alagoana Giovanna Grossi (foto abaixo), a última campeã brasileira, que vai representar o País na finalíssima do Bocuse D’Or em Lyon, na França, em janeiro de 2017.

Além dela e do chef franco-canadense Normand Laprise (do restaurante Toqué, em Montreal), estão escalados alguns dos melhores cozinheiros brasileiros da atualidade: Leo Paixão (Glouton-MG), Manu Buffara (Manu-PR), Maria do Céu (Centro de Gastronomia da Amazônia-AM), Agenor Maia (Olivae-DF), e Geovane Carneiro (D.O.M.-SP).

Os Concorrentes

Ricardo Dornelles (Porto Alegre – RS)

Após passar por restaurantes de Porto Alegre, dedicou-se a competiçõe e concursos gastronômicos Hoje atua como docente da Faculdade Senac de Porto Alegre.

Leonardo Modesto de Sousa (Curuca – PA)

Formado pelo Senac, trabalha há mais de dez anos nas cozinhas de restaurantes de Belém, e como personal chef. Venceu o concurso Chef Paulo Martins, no evento Ver-o-peso da Cozinha Paraense 2015.

Felipe Alves Vieira (Sobradinho – DF)

Atuou em restaurantes premiados em Brasília e São Paulo e tem experiência em concursos gastronômicos como o Wolrdkills, em 2014. Atua no Restaurante-Escola Senac.

Rafael Andrade (Recife – PE)

Formado em gastronomia pelo Senac, deu aulas e consultorias pela Escola de Artes Culinárias Laurent Suaudeau. Tem experiência ao lado do chef Salvatore Loi e é chef no Bardega, em São Paulo.

Rubens Gonçalo (São Luiz – MA)

Formado pela Estácio de Sá, trilhou caminho de sucesso na rede de hotéis Sheraton, chegando ao cargo de chef executivo no Sheraton Macaé. Atualmente, é chef executivo no Hotel Pestana.

Luiz Filipe de Azevedo e Souza (São Paulo – SP)

Formado pela Universidade Anhembi Morumbi, foi finalista no Bocuse d’Or Brasil em 2015. Braço direito do chef italiano Salvatore Loi, passou pelo Reale, com três estrelas Michelin na Itália.

Marcelo Milani (São Caetano do Sul – SP)

Tem formação técnica em gastronomia pelo Senac-SP e atua como sous chef ao lado de Pascal Valero. Trabalhou no francês Le Taillevent, e com as culinárias italiana, asiática e contemporânea.

Danilo Nakamura (Presidente Prudente – SP)

Formado no curso Chef de Cuisine e Restaurateur pelo Centro Europeu, entrou no time do Restaurante Manu em 2015, onde cuida das carnes. Fez estágio no Central (Lima, Peru).