EUA vencem Copa do Mundo da gastronomia; Brasil fica em 15º lugar

25/01/2017 | Fonte: Folha de São Paulo /Online

Clique aqui para ler a matéria direto da fonte.

Os Estados Unidos venceram, nesta quarta-feira (25), a 30ª edição do Bocuse d'Or, competição considerada a "Copa do Mundo da gastronomia". Depois de cinco horas e meia de prova, o chef Mathew Peters subiu ao lugar mais alto do pódio com sua equipe.

Em seguida vieram os noruegueses, comandados pelo chef Christopher William Davidsen, e então os islandeses, com o chef Viktor Andrésson encabeçando o time.

A equipe brasileira, que tinha a chef alagoana Giovanna Grossi à frente dos preparos, ficou em 15º lugar. Grossi, 25, venceu a etapa nacional no concurso, em 2015, no Rio de Janeiro, e se preparou sob a tutela do chef francês Laurent Suaudeau. Ela foi a primeira mulher a representar o Brasil na etapa final do Bocuse d'Or.

Nesta edição do campeonato, o comitê organizador propôs temas para as receitas que os participantes teriam que preparar. O prato apresentado em bandeja foi o "frango de Bresse com mariscos", interpretação da versão lionesa de "frango com lagostim". O segundo preparo, empratado como em um restaurante, foi vegetariano.

Nesta prova, Giovanna Grossi fez uma "aquarela de vegetais brasileiros" usando mandioquinha e jiló.

O CAMPEONATO

A importante competição foi criada 30 anos atrás pelo chef francês Paul Bocuse e faz parte do Sirha (Salon International de la Restauration, de l'Hôtellerie et de l'Alimentation), grande evento de negócios em gastronomia e hotelaria que acontece a cada dois anos. Para o juri, são convocados 24 profissionais, de diferentes países. Eles levam em conta sabor, estética e criatividade dos pratos.