Hotel em contêiner muda de endereço conforme demanda | As coisas mais criativas do mundo

08/02/2018 | Fonte: Catraca Livre

Clique aqui para ler a matéria direto da fonte.


Cidades com pouca infra-estrutura de hospedagem não serão mais impeditivos para sediar eventos. Um protótipo de hotel em contêiner será apresentado no Sirha São Paulo, evento internacional de hotelaria que ocorrerá em março, na capital paulista. O "Samba in the Box" promete ser de baixo custo e, melhor, mudar de endereço conforme a demanda.

O projeto tem como objetivo levar ao público uma alternativa rápida e criativa para hospedagem, principalmente para localidades que recebam pessoas de forma iminente e esporádica. Para a construção de uma unidade com 120 quartos, por exemplo, são necessários apenas três meses.

No modelo da rede, também é possível alterar a quantidade de quartos e até o local do empreendimento, de acordo com a demanda do público. Afinal, a construção do hotel não é de alvenaria.

Apesar da proposta, o contêiner não é básico em termos estruturais. Desenvolvido em parceria pela Samba Hotéis, Eurobras e Pokt Design + Arquitetura, o design do hotel conta com definições claras, espaço livre para circulação e acabamento clássico, com madeira e carpete.

O projeto vai contar com três padrões de hotéis: um mais elevado, com suíte master, um standard padrão e um econômico com dormitório coletivo, parecido com um hostel.

Os ambientes serão divididos em recepção com lounge bar, academia, restaurante e dois auditórios no térreo.

O "Samba in The Box" terá metragem de 850 m², com dois andares, e característica modular. Ou seja, os módulos poderão ser montados e desmontados, como blocos lúdicos de crianças, de forma que o espaço ganhará sempre um novo formato.

"O protótipo não é engessado. Ele parte de um modelo com múltiplas possibilidades de montagem e pode ser adaptado a diversos tipos de terrenos", afirma Guilherme Castro, CEO da Samba Hotéis.

Por QSocial