Produtores rurais terão espaço de destaque no Sirha

01/03/2018 | Fonte: Portal Fator Brasil

Clique aqui para ler a matéria direto da fonte.

Produtores rurais terão espaço de destaque no Sirha

Sebrae seleciona produtos de várias partes do país para participar do evento em São Paulo.

A cerveja artesanal vem de Alagoas e do Amapá; o bolo de rolo, de Pernambuco; o palmito, do Paraná; o suco orgânico, do Rio Grande do Sul; e o guaraná, do Amazonas. São pelo menos 63 produtores rurais com agenda confirmada para o Sirha (Salon international de la restauration, de l'hôtellerie et de l'alimentation), principal evento internacional para profissionais de foodservice e hotelaria, de 14 a 16 de março, no São Paulo Expo. O evento deve atrair cerca de 15 mil pessoas durante os três dias, além de 250 expositores e marcas brasileiras e internacionais

A produtora Eliane Muller representará a Associação dos Bananicultores de Corupá (ASBANCO), uma entidade com quase mil produtores do estado de Santa Catarina, incluindo os municípios de Corupá, Jaraguá do Sul, Schroeder e São Bento do Sul, com 9 mil hectares de área plantada. A Associação já entrou com pedido no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) para reconhecer a banana e seus subprodutos como de Indicação Geográfica. “Temos a banana mais doce do Brasil, pois aqui nesta região, ela demora até 14 meses para ser colhida, mais tempo no pé, é mais acúmulo de amido, o que dá ao produto um adocicado natural”, explica.

Como Eliane, outros produtores levarão produtos diferenciados, premium, com apelo gourmet, que apresentam indicação geográfica ou de procedência, certificação de orgânica, características oriundas de territórios brasileiros que valorizam a cultura, a origem, as tradições e o “saber fazer”. O espaço desses produtores rurais apoiados pelo Sebrae, conhecido como Terroir Sebrae, é uma oportunidade para que esses produtos, de diversos estados do Brasil, sejam apresentados aos chefs e compradores do mercado, ressalta a diretora técnica do Sebrae Nacional, Heloisa Menezes. O espaço ganhou destaque nas últimas edições, chegando a ir para Lyon em janeiro de 2017, no evento francês. “Ao participar do Sirha, o produtor percebe a necessidade de aprimoramento na apresentação do produto e de sua empresa, o que os motiva a investir em tecnologia e inovação, em busca da ampliação do seu potencial competitivo, nesse nicho de mercado”, afirma.

No Espaço Terroir, além de exposição, degustação e venda dos produtos diferenciados, o Sebrae contará com o Lounge do Conhecimento, onde serão realizadas palestras, aulas-show, harmonizações entre os produtos presentes na feira, além de painéis com debates sobre produtos artesanais, origem e certificações diversas, dentre outros temas. Outro destaque na programação será a rodada de negócios, que acontecerá nas manhãs dos dias 15 e 16, com objetivo de aproximar os empresários dos produtores rurais que estarão presentes ao evento, e os possíveis compradores.

Sirha em números — A segunda edição do Sirha no Brasil, em 2016, foi um evento muito bem-sucedido, que contou com 222 expositores e marcas e registrou aumento de 9,5% do público presente, em relação ao ano anterior, ao lado da satisfação dos expositores e visitantes. Na próxima edição, são esperadas 250 marcas expositoras e 15 mil visitantes, um público formado por tomadores de decisão e formadores de opinião em compras (gerentes, diretores de A&B, compradores, chefs).

.Dias 14 a 16 de março, na São Paulo Expo | Site: http://sirha-saopaulo.com.

Produtores rurais terão espaço de destaque no Sirha

Sebrae seleciona produtos de várias partes do país para participar do evento em São Paulo.

A cerveja artesanal vem de Alagoas e do Amapá; o bolo de rolo, de Pernambuco; o palmito, do Paraná; o suco orgânico, do Rio Grande do Sul; e o guaraná, do Amazonas. São pelo menos 63 produtores rurais com agenda confirmada para o Sirha (Salon international de la restauration, de l'hôtellerie et de l'alimentation), principal evento internacional para profissionais de foodservice e hotelaria, de 14 a 16 de março, no São Paulo Expo. O evento deve atrair cerca de 15 mil pessoas durante os três dias, além de 250 expositores e marcas brasileiras e internacionais

A produtora Eliane Muller representará a Associação dos Bananicultores de Corupá (ASBANCO), uma entidade com quase mil produtores do estado de Santa Catarina, incluindo os municípios de Corupá, Jaraguá do Sul, Schroeder e São Bento do Sul, com 9 mil hectares de área plantada. A Associação já entrou com pedido no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) para reconhecer a banana e seus subprodutos como de Indicação Geográfica. “Temos a banana mais doce do Brasil, pois aqui nesta região, ela demora até 14 meses para ser colhida, mais tempo no pé, é mais acúmulo de amido, o que dá ao produto um adocicado natural”, explica.

Como Eliane, outros produtores levarão produtos diferenciados, premium, com apelo gourmet, que apresentam indicação geográfica ou de procedência, certificação de orgânica, características oriundas de territórios brasileiros que valorizam a cultura, a origem, as tradições e o “saber fazer”. O espaço desses produtores rurais apoiados pelo Sebrae, conhecido como Terroir Sebrae, é uma oportunidade para que esses produtos, de diversos estados do Brasil, sejam apresentados aos chefs e compradores do mercado, ressalta a diretora técnica do Sebrae Nacional, Heloisa Menezes. O espaço ganhou destaque nas últimas edições, chegando a ir para Lyon em janeiro de 2017, no evento francês. “Ao participar do Sirha, o produtor percebe a necessidade de aprimoramento na apresentação do produto e de sua empresa, o que os motiva a investir em tecnologia e inovação, em busca da ampliação do seu potencial competitivo, nesse nicho de mercado”, afirma.

No Espaço Terroir, além de exposição, degustação e venda dos produtos diferenciados, o Sebrae contará com o Lounge do Conhecimento, onde serão realizadas palestras, aulas-show, harmonizações entre os produtos presentes na feira, além de painéis com debates sobre produtos artesanais, origem e certificações diversas, dentre outros temas. Outro destaque na programação será a rodada de negócios, que acontecerá nas manhãs dos dias 15 e 16, com objetivo de aproximar os empresários dos produtores rurais que estarão presentes ao evento, e os possíveis compradores.

Sirha em números — A segunda edição do Sirha no Brasil, em 2016, foi um evento muito bem-sucedido, que contou com 222 expositores e marcas e registrou aumento de 9,5% do público presente, em relação ao ano anterior, ao lado da satisfação dos expositores e visitantes. Na próxima edição, são esperadas 250 marcas expositoras e 15 mil visitantes, um público formado por tomadores de decisão e formadores de opinião em compras (gerentes, diretores de A&B, compradores, chefs).

.Dias 14 a 16 de março, na São Paulo Expo | Site: http://sirha-saopaulo.com.