Chocolates da Espírito Cacau participam do Sirha

08/03/2018 | Fonte: Revista News

Clique aqui para ler a matéria direto da fonte.

Mais uma vez representando o Espírito Santo, os chocolates da Espírito Cacau participam do Sirha (Salon international de la restauration, de l’hôtellerie et de l’alimentation), principal evento internacional para profissionais de food service e hotelaria. O evento acontece em São Paulo, entre os dias 14 e 16 de março e deve atrair cerca de 15 mil pessoas, além de 250 expositores e marcas de várias partes do Brasil e do mundo.

O empresário Paulo Gonçalves, à frente da Espírito Cacau, foi selecionado por meio do projeto Cacauicultura, do Sebrae no Espírito Santo. Reconhecido pelo prêmio Internacional COCOA AWARDS, do Salão do Chocolate de Paris (eleito como um dos melhores chocolates da América do Sul), Paulo leva à feira chocolates 100% naturais e saudáveis, com a maior concentração de flavonoides do mercado, que ajudam na prevenção de câncer e doenças do coração.

Preparando os detalhes para a participação na feira com um estande da Espírito Cacau, Paulo ressalta a importância do suporte do Sebrae para a ampliação do seu negócio, que já conta com filiais nas regiões Sudeste, Sul, Nordeste e Centro-Oeste. “Desde o ano passado, abrimos representações no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Ceará, em Salvador, no Rio Grande do Norte, em Goiás, Brasília e no Paraná. Parte dessa ampliação se deve à participação nas feiras, pois é uma janela muito grande de contatos e visibilidade. E o Sebrae foi muito importante nesse processo, porque ele atua como Instrumento de desenvolvimento para pequenos e médios empresários, além de nos apoiar quando aos altos custos para desenvolver e crescer a marca no mercado”, ressaltou.

Segundo o diretor de atendimento do Sebrae ES, Ruy Dias de Souza, a feira é uma grande oportunidade para os pequenos negócios. “O evento tem um público muito qualificado e os empresários têm a chance de prospectar novos mercados, fazer network e adquirir conhecimento sobre o setor de alimentação. É uma grande janela que se abre para os empreendedores”, garantiu.